Agustina, jornalista

Publicada há 3 meses atrás (Quarta-feira, 05 de Junho de 2019)

Agustina não é apenas uma escritora que também deixou no papel de jornal algumas das suas notas, das suas emoções ou das suas raivas.
Agustina foi, por direito, jornalista.
Agustina foi diretora do Primeiro de Janeiro e uma das mais literárias diretoras de jornal do século XX.
Depois de integrar o Conselho de Imprensa, onde batalhou pela liberdade, pela ética e deontologia dos conteúdos jornalísticos, passou pelo Conselho de Comunicação Social, antes desta entidade se transformar em Regulador.
João Palmeiro, Presidente da Associação Portuguesa de Imprensa, era em 2008 professor na Universidade Fernando Pessoa, no Porto, quando esta universidade comemorou os 50 anos de atividade literária de Agustina com um colóquio internacional.
O texto que se segue é a lembrança de Agustina jornalistas, que aqui lembramos para que a escritora a que hoje prestamos homenagem não seja esquecida na sua luta pelo jornalismo, liberdade de imprensa, ética e deontologia dos conteúdos jornalísticos.